September 28, 2006

Sem medo da escuridão



O selo Secretly Canadian era um garante de qualidade. O single de avanço entretanto ouvido (obrigado...), "According To Plan", rapidamente se tornou numa presença repetidamente obrigatória ao chegar a casa - é a minha música do momento, simplesmente fabulosa a toda a linha.

Mas nem só da excelente atmosfera e cativante linha de baixo do single vive este Fear Is On Our Side, primeiro longa-duração dos texanos I Love You But I've Chosen Darkness - prémio para o melhor nome de banda alguma vez desencantado.

Influências notórias, tanto a nível musical como estético / visual, são as de bandas como a Joy Division ou os Interpol, entre outros. Fantástica também a não menos obscura (apesar do título) "Lights", a sequência "Today" / "We Choose Faces" (se os Sigur Rós de repente se virassem mais para a pop e para as guitarras), e a igualmente arrebatante "Last Ride Together".

Entusiasmante álbum de estreia da banda com nome mais entusiasmante dos últimos tempos.

3 comments:

joao said...

1) ja vi ao vivo num concerto com pra ai 50 pessoas quando eles ainda nao eram ninguem
2) e tenho o disco de primeirissima edicao assinado por todos os membros da banda
3) e estes sao dois dos factos que nos dias de hoje me fazem uma pessoa muito mais feliz

Kraak/Peixinho said...

Já gostei mais do álbum. Tirando algumas canções verdadeiramente boas, o disco tende a ser um pouco "boring"... Mas esta é a minha opinião! Entusiasmei-me com eles (falei no Kraak FM) através do tema "Lights", mas depois quando ouvi realmente o álbum...

Pelos vistos sou dos poucos, LOL. O João tb gostou.

Hugzz

O Puto said...

Já falei sobre o disco no blogdoputo, mas não me canso de o elogiar. Extravaza os conceitos do neo-pós-punk. E o nome é bestial!