October 03, 2006

Entrar a matar



Este era um álbum que já desesperava que chegasse às minhas mãos. Já há bastante tempo que ouvia - e gostava do que ouvia - temas como "Back Again", "Ivy Parker", o (excelente) single de avanço "Civil Sin", e o inevitável "Suzie", aposta constante da Radar - e que aposta...


A expectativa era alta, e o álbum não desiludiu. Aliás, pulverizou as expectativas. Poucas vezes um álbum de estreia pareceu tão confiante e certo de si, raríssimas vezes com a qualidade deste Civilian, e menos ainda justificando o estatuto de "brit-sensation-culto" que os britânicos tanto gostam de emprestar a tudo o que seja insular e novo.


Este é um daqueles álbuns em que pareceria sempre criminoso deixar alguma faixa sem referência. Civilian abre com a potente "Back Again", segue com a nervosa "On And On" antes de chegar ao duplo momento do álbum, com a fabulosa "karate-pop-punch" (segundo os próprios) "Suzie" a preceder "Six Minutes", para mim a revelação das músicas que não conhecia do álbum, com um verso / linha de sintetizador do mais instantâneo que há. De seguida vem a segura "On My Own", a supracitada "Ivy Parker" (como que a acalmar a energia acumulada até aí), até chegarmos ao abanão que é "Civil Sin" com o seu ritmo "out of control". "Killer" aproveita a força do single para construir um refrão mais que potente (quer a nível musical como semântico - "Killer kill us all"...), enquanto "Friday-Friday" parece ser o esgotar da força das guitarras dos Boy Kill Boy, num registo vocal bastante próximo ao dos seus compatriotas Futureheads. "Showdown" mantém um ritmo forte mas dançável, sendo o registo sonoro das guitarras + sintetizador um pouco mais "popesco" e apelativo ao abanar das ancas, tentando abrandar o ritmo do álbum para o final calmamente perfeito de "Shoot Me Down". Registo igualmente para uma fabulosamente tranquila música escondida, a reforçar a "capacidade eclética" do som dos Boy Kill Boy.


Um álbum a todos os níveis fantástico. Um dos mais fortes candidatos a álbum maior de 2006. E tudo isto em apenas 45 minutos e 17 segundos.

3 comments:

Kraak/Peixinho said...

Gosto mesmo MUITO deste álbum dos BKB. É para mim um dos debuts de 2006. Já fiz 2 listas de potenciais para o TOP '06, uma no princípio de Maio e outra no princípio de Setembro. Podes dar uma vista d'olhos a ver se concordas :)

Só mais uma coisita: não fizeste referência ao tema #2 do álbum dos BKB: "On And On" é para mim a melhor música do álbum :)

mago said...

Kraak, se olhares bem vês que está lá feita a referência ;) só é curta porque achei que havia outras que mereciam maior destaque.

Kraak/Peixinho said...

Tens razão, Mago. Desculpa o equívoco.