November 03, 2006

Os bons velhos tempos de hoje em dia


Não há volta a dar-lhe. Os Camera Obscura são uma das sensações pop do momento, em boa parte graças à genial resposta a uma (excelente) canção-pergunta de Lloyd Cole and The Commotions ("Are You Ready to be Heartbroken?"): não podia ser mais lógico que "Lloyd, I'm Ready to be Heartbroken", genialidade pop de 60 adaptada, ainda que apenas levemente, aos dias de hoje.

"Come Back Margaret" traz-nos uma suplicante Tracyanne Campbell a um ritmo que só apetece abanar-nos, assim mesmo, suavemente de um lado para o outro. "Dory Previn" faz-nos pensar duas vezes a cada inspiração / expiração, não vá a nossa respiração estragar o sublime momento que é essa canção. O tema-título "Let's Get Out Of This Country" oferece-nos a perfeição musical que só a pop nos pode oferecer, enquanto a referida Campbell (que não Isobel...) nos presenteia com pérolas como "Let's get out of this country / I'll admit I'm bored with me / (...) We'll pick up berries and recline / Let's hit the road old friend of mine" - não vos apetece ir imediatamente?

"If Looks Could Kill" não desfazia se tivesse sido composta por Brian Wilson quando andava bem acompanhado, tal como "I Need All the Friends I Can Get", outro momento maior do terceiro de originais destes escoceses com o seu coro infantil a acompanhar o refrão.

Não há como negar. Grande parte do melhor novo-velho pop deste ano está aqui.

2 comments:

Kraak/Peixinho said...

O disco é bom, na sua generalidade, na minha opinião. "Let's get out of this country" é uma pérola, assim como outros temas. A parte menos agradável é que algumas músicas tendem a ser repetitivas e por vezes um pouco chatinhas. Lembra-me um pouco os últimos trabalhos da Isobel Campbell e dos Psapp.

Hugzz

O Puto said...

Não acho o disco nada chatinho, Kraak. Em momento algum.